Saiba como a locação de espaço pode gerar receita para seu estabelecimento

Descubra como realizar a locação de espaço em seu estabelecimento e aproveite seu ambiente para gerar rendimentos extras para seu negócio.

Um novo braço da economia colaborativa trouxe um novo cenário de mercado para estabelecimentos comerciais: o da locação de espaço ocioso. Negócios como bares, restaurantes e cafés muitas vezes não ocupam todos os ambientes do imóvel em que estão instalados. Além disso, muitos deles funcionam somente em intervalos de horários determinados. Restaurantes, por exemplo, geralmente possuem um salão espaçoso, mas funcionam apenas em um intervalo de três horas por dia.

Muitos cafés já se tornaram espaço de trabalho e estudo de muitas pessoas, mas poucos realmente investem em uma estrutura que atraia um público maior. Perceber que cada vez mais pessoas procuram por espaços agradáveis para levarem seus laptops e realizarem algum tipo de atividade é identificar uma oportunidade de negócio que está crescendo exponencialmente no Brasil.

Um dos tipos de locação mais rentáveis e com demanda crescente é o de espaços de trabalho compartilhados. Os dados do Censo Coworking del 2016, houve um crescimento de 52% em relação a 2015. Só em São Paulo, a porcentagem de coworkings aumentou entre 56% e 75%. Trabalhadores de tecnologia, publicitários e consultores cada vez mais buscam sair de escritórios tradicionais, já que muitos trabalham remotamente e preferem estar em um local em que troquem experiências com outros profissionais.

Tem um espaço ocioso e quer começar a locá-lo? Esclareça dúvidas e veja quais são os primeiros passos para entrar nesse negócio:

Foto: Telerama

 

Por que só agora as pessoas estão fazendo isso?

O momento de crise e a expansão dos modelos de negócio que surgem a partir da economia colaborativa foram os principais responsáveis pelo surgimento dessa nova forma de geração de renda. Mais do que isso, nos último cinco anos, a cultura do compartilhamento avançou e hoje é tão aceita na sociedade que serviços como o de mobilidade urbana já são praticamente dominados por esse modelo. A startup Mobicity, por exemplo, aposta no compartilhamento de caronas para aproximar pessoas da mesma empresa. O aplicativo une profissionais que fazem caminhos semelhantes para ir ao trabalho no dia a dia, e incentiva a sustentabilidade a partir de pequenas ações cotidianas.

 

Para quais estabelecimentos o modelo de locação de espaço é recomendado?

Em geral, qualquer tipo de estabelecimento que possua um espaço ocioso pode oferecer esse tipo de serviço. Cafés, restaurantes, empresas, lojas etc. É importante observar, porém, se o espaço fornece um ambiente agradável a seus clientes. Em alguns lugares, pode haver muito barulho, cheiro forte ou movimentação intensa de pessoas, o que pode afastar profissionais que buscam tranquilidade neste tipo de espaço. O Café das Coisinhas era a princípio um café comum, mas que tinha um espaço ocioso no segundo andar do prédio. Agora, este espaço tornou-se uma sala de reuniões para seis pessoas, e é bem isolado do ambiente do café. O que antes era um ambiente inutilizado, tornou-se fonte de receita.

 

Como se preparar para atender ao público?

A principal vantagem desse modelo de negócios é que o investimento não precisa ser muito grande. Como apontamos anteriormente, o primeiro e mais importante passo é assegurar que o espaço que você pretende alugar oferece tranquilidade e bem-estar às pessoas que preencherão o ambiente. Faça um teste, trabalhe no espaço ali um dia. Será que há arejamento suficiente? È iluminado?

Foto: DeviceDaily

Confira o checklist para montar uma estrutura de coworking:

  1. Mesas e cadeiras confortáveis e espaçosas
  2. Internet de qualidade, rápida, estável e que suporte muitas pessoas conectadas de uma só vez.
  3. Banheiros limpos e bem cuidados
  4. Café/Água

Por último e mais importante, é essencial que a sua gestão seja extremamente organizada. Saiba separar a atividade principal do seu estabelecimento da locação de espaço. Para isso, utilize sistemas de gestão especializados nisso. O Sistema de Gestão da WorkinHub oferece ferramentas e funções customizáveis para que cada estabelecimento tenha total controle de seus clientes e do agendamento de cada espaço. Assim, é possível visualizar a demanda para cada espaço.

 

Além de coworking, quais outras atividades posso oferecer na locação de espaços?

Depende de quais espaços seu estabelecimento pode oferecer. Há estabelecimentos que realizam a locação de seu estacionamento, por exemplo. Eventos de food trucks e feiras de animais costumam ser realizados nesse tipo de local. Mesmo se o estabelecimento possuir um estacionamento frontal pequeno, é o tipo de espaço perfeito para carrinhos de comida.

 

Conheça o Sistema de Gestão de Coworkings da WorkinHub, centralize seus processos e garanta sua saúde financeira do seu negócio!